No Avião com Crianças – 5 Dicas


Qualquer tipo de viagem pode se tornar um desafio se você estiver com crianças. Querendo ou não a lista de necessidades de uma criança é bem maior do que a de um adulto. Mesmo quando o trajeto é feito de carro… a viagem pode se tornar um pesadelo, principalmente se elas estiverem acordadas. Por isso, alguns pais preferem dirigir na madrugada… quando elas estão dormindo.

E quando se trata de viagens aéreas?

No avião a coisa complica… quem já não ficou irritado com crianças chorando durante o vôo? O pior acontece quando essa ou essas crianças são suas… hehe. E são vários os motivos que as incomodam durante o vôo… a turbulência, a decolagem, a aterrissagem, o desconforto de ficar horas sentadas, etc.

Mas… graças à tecnologia, hoje os pais conseguem distrair melhor seus filhos e além disso existem alguns métodos testados e comprovados que ajudam a entreter e acalmar as crianças no avião mesmo sem o uso da tecnologia.

Segue a lista:

• Tablet (iPad ou qualquer outro modelo) – Antes de partir encha o tablet com jogos, filmes, desenhos animados, Galinha Pintadinha… tudo o que ajudar pequenas mentes e mãos ocupadas. Não se esqueça dos fones de ouvidos (mantêm eles mais focados no entretenimento e o barulho não incomoda os demais passageiros) e carregue bem a bateria antes de embarcar.

• Música – Tablets, iPods, iTouchs, etc… podem fazer maravilhas com as crianças. Coloque as músicas que elas mais gostam (em modo randômico se possível). Assim elas relaxam e se distraem. Novamente, que elas usem fones… ninguém merece ouvir Patati Patatá durante o vôo… hehe.

• Atividades – Daí vocês perguntam? E se as baterias dos eletrônicos acabarem? Não se desesperem… existem outras atividades que irão deixar a molecada entretida… revistas de colorir, jogos mentais (tipo STOP), histórias em quadrinhos… às vezes um papel e uma caneta já resolvem.

• Snacks – As companhias aéreas estão cada vez mais “miseráveis” em relação aos snacks, principalmente se vc for da classe econômica. A solução é levar as suas próprias guloseimas… de preferência as que seus filhos mais gostam. Se possível evitar alimentos que fazem muita meleca e sujeira.

• Itens de Conforto – Traga de casa itens que suas crianças estão familiarizadas… como um bicho de pelúcia, aquele cobertor que a criança não larga por nada na hora de dormir, o Ben 10, etc. A criança se sentirá “mais em casa” com essas coisas.

Voar com crianças nunca é o ideal… mas é um “mal” necessário quando o assunto é férias. Enquanto não inventarem o teletransporte… o jeito é encarar.

Anúncios

Resorts De Nudismo (Clothing-Optional Resorts)

Créditos: Caliente Caribe

Praias de nudismo ou naturalismo já são bem populares e a cada dia ganham mais adeptos. Só que agora uma nova modalidade vem nascendo, principalmente no Caribe… são os resorts de nudismo, conhecidos como clothing-optional resorts.

Aqui listamos os 5 melhores resorts desta nova modalidade:

 

Couples Tower Isle – Ochos Rios, Jamaica

Créditos: Couples

Este lindíssimo resort boutique está localizado em um dos lugares mais paradisíacos da Jamaica, mas ele não é totalmente “clothing-optional”… em grande parte das instalações não é permitido o nudismo. O nudismo somente pode ser praticado na Tower Isle, uma pequena ilhota do hotel, onde ficar pelado é obrigatório.

 

Desire Pearl Riviera Maya – Cancun, Mexico

Créditos: Desire Resorts

Aqui por razões óbvias crianças não são permitidas e só podem entrar casais. Eles promovem eventos um tanto quanto “lascivos”, como a “Lust Night” (Noite do Desejo), dão aula de pole dance, etc.

 

The Natural – Curacao

Créditos: The Natural

Este é o único encontrado nas ABC Islands (Aruba, Bonaire e Curacao). Lá são todos bem vindos – casais, solteiros, idosos, gays (gay friendly), naturistas e até curiosos que tem vergonha tirar as roupas (mas não de ficar olhando). O resort fica no topo de uma colina e vc terá uma vista privilegiada do oceano e de toda área verde ao redor.

 

Hidden Beach Resort – Riviera Maya, Mexico

Créditos: Hidden Beach Resort

O resort leva esse nome porque fica num lugar bem escondido, no meio de um mangue e com uma belíssima praia em frente. Também possui muros altos que é p/ proteger a privacidade dos hóspedes, já que é estritamente proibido o uso de roupas em todos os locais do resort (com exceção do restaurante, óbvio). Outra coisa que não é permitida (como em todos estes resorts listados)… são manifestações de “carinho” nos locais públicos.

 

Caliente Caribe – Puerto Plata, República Dominicana

Créditos: Caliente Caribe

Também é o único que você irá encontrar na República Dominicana. É totalmente clothing-optional (isto é… em todas as áreas) e possui uma praia particular. O diferencial deste em relação aos outros listados, é que de dezembro a abril, baleias jubarte do Atlântico Norte se dirigem até perto da praia e você poderá observá-las também… além da galera toda pelada, que você já estará de olho em toda a estadia.

Torre Eiffel ganha chão de vidro.

Depois de um bom tempo em reforma, o primeiro andar da Torre Eiffel foi completamente remodelado e agora os visitantes podem ter uma experiência totalmente nova… andar sobre um chão feito de vidro a 57 metros do solo.

O que já era bom ficou ainda melhor. Aproveitem.

 

*Imagens de divulgação.

25 Destinos Para Aventureiros Nível “Hardcore”

É como a gente sempre diz… pq ir à Disney se vc pode se aventurar por esse mundão a fora?

Exploração da Tundra (Ártico Canadense) 

O Ártico Canadense é muito desafiador, mesmo para os mais experientes exploradores. Mas existe uma empresa canadense que está oferecendo a chance de ver esta encantadora região, sem o risco de você perder os dedos dos pés por congelamento.

404-934x

Escalar as Tianzi Mountains (China)

Estas altas e estreitas formações montanhosas são tão estranhas que foram até usadas no filme de James Cameron – Avatar. Formadas há cerca de 380 milhões anos, o fluxo da água destruiu o arenito em sua volta, deixando apenas os pilares de pedra. Algumas dessas colunas estão a mais de 1.200 metros acima do nível do mar e os poucos alpinistas que se arriscam a subir nestas magníficas rochas, se recusam a escalar outras montanhas.

Kenai Fjords National Park (Alaska)

Esta região montanhosa está sujeita a monumentais 10 metros de neve por ano e é o lar de mais de 40 geleiras. Kenai exige força física e mental daqueles que ousam enfrentar sua paisagem e clima.

Explore o Desconhecido (Papua Nova Guinea)

Papua Nova Guiné é um dos países menos explorados do mundo.Incontáveis tribos e animais ​​permanecem desconhecidos para o nosso mundo, esperando por você para descobrí-los em uma das últimas fronteiras do planeta.

Salar Uyuni (Bolívia)

Durante a estação chuvosa, a maior planície de sal do mundo torna-se maior espelho do mundo, cobrindo mais ou menos 6.500 quilômetros quadrados. No centro das salinas está a Isla Incahuasi, um afloramento de terra montanhosa que oferece um ótimo ponto de apoio.

Lava Kayaking (Big Island – Hawaii)

A erupção do vulcão Kilauea começou em 1983, tornando-se uma das erupções mais longas da história e com a formação de mais de 120 quilômetros quadrados de área no processo (a ilha está crescendo). Agora… aventureiros tem permissão de andar de caiaque em torno do lugar, apenas a poucos metros de onde mais de 1.000°C de lava encontra o Oceano Pacífico.

Aprendendo os Caminhos Ninja (Japão)

Os ninjas foram uma espécie de “agentes secretos” do Japão feudal. Com o tempo… seus ensinamentos foram quase totalmente perdidos, mas em Tóquio ainda existe um dos poucos remanescentes para quem estiver disposto a enfrentar este desafio.

Mammoth Cave National Park (Kentucky – USA)

De longe… o maior sistema de cavernas do mundo. Mammoth Cave tem mais de 650 quilômetros de corredores interligados para explorar. Também leva o título de “Labirinto de Calcário” e em cada esquina pode ter um novo abismo inexplorado.

Trecking Através das Terras Tribais (Baliem Valley – Papua Nova Guinea)

Nesta região existe uma tribo chamada Dani que foi descoberta pelo resto do mundo em 1938. Eles habitam o Baliem Valley, uma belíssima parte da Papua Ocidental, que ainda permanece intocada por forasteiros. Todos os anos, a tribo convida alguns sortudos para conhecerem suas terras, aldeias e a selva junto deles.

 Viver Com o Povo Aquático “Moken” (Arquipélago de Mergui – Myamar)

O arquipélago Mergui é uma série de mais de 800 ilhotas ao sul de Myamar. As ilhotas e suas águas são as casas dos Moken, que vivem grande parte de sua vida a bordo de barcos construídos à mão. Sobrevivem pela pesca (utilizando lanças e redes). Viver ao lado desse povo singular é uma experiência única de aprender como sua cultura sobreviveu por todos esses séculos.

Volcano-boarding (Leon – Nicarágua)

Leon é uma pequena cidade que fica à sombra do enorme vulcão Cerro Negro. As pessoas locais criaram um dos esportes mais extremos conhecidos pelo homem. Caminham até o topo deste gigante com uma prancha nas costas e em seguida, deslizam para dentro do vulcão ativo a 80 km por hora.

 Genghis Khan Warrior Training  (Mongólia)

As tribos da Mongólia são nômades desde os tempos do Império Mongol, um dos maiores da história. Nos campos desta terra, você poderá aprender as mesmas batalhas e habilidades de sobrevivência que os guerreiros, que conquistaram toda a Ásia aprendeu a mais de 800 anos.

Navegar Pelo Rio Amazonas (parte Peruana) 

Viajar pela Amazônia e conhecer o trabalho de cientistas e o povo indígena “Cocama” é uma experiência que te vai ajudar a compreender o delicado sistema selvagem da incrível Reserva Nacional Pacaya-Samiria.

Mergulhar Entre Dois Continentes (Islândia)

O Lago Thingvallavatn fica no limite tectônico entre a América do Norte e a Europa. Mergulhadores de sorte e resistentes às águas geladas podem nadar entre as placas tectônicas dos dois continentes, que estão tentando afastar-se umas das outras dois centímetros a cada ano.

Walking Safari Com o Povo Maasai (Tanzânia)

Não há melhor maneira de explorar as paisagens africanas do que a pé… e não existem melhores guias do que os Maasai, que habitam o lugar há gerações. Esta é uma oportunidade única para ver leões, búfalos, elefantes, girafas, etc… sem se limitar a uma “lata de metal”.

 Blue Hole Diving (Belize)

O assustador Blue Hole é na verdade um imenso sistema de cavernas que se formou quando a área não era coberta pela água cristalina que, desde então, inundou a caverna. Agora… as profundezas desde local se tornaram um “playground” para mergulhadores e exploradores, dando uma experiência que você não pode obter em outro lugar.

 Migração das Renas dos Saami (Círculo Ártico – Noruega) 

Uma vez ao ano… por mais de 4.000 anos, o povo Saami migra sua multidão de renas para lugares com o clima um pouco mais quente. Recentemente, eles começaram a convidar aqueles que estão fora de sua comunidade para ajudá-los durante a migração. São cinco árduos dias para aqueles que desejam participar desta maravilhosa aventura.

309-934

Descendo Dentro De Um Vulcão Adormecido (Islândia)

A enorme e feroz câmara de magma do Vulcão Þríhnúkagigur está a mais de 120 metros abaixo do solo. Os cientistas que estudam o vulcão criaram um elevador que desce para dentro da câmara… e um mês a cada ano, eles permitem que alguns poucos aventureiros se juntem a eles em uma experiência que não pode ser encontrada em outro lugar na Terra.

Cruzeiro Quebra-Gelo no Pólo Norte (Oceano Ártico)

O Pólo Norte está localizado no meio do Oceano Ártico em meio a águas quase permanentemente cobertas por gelo. Os navios “quebra-gelo” movidos por energia nuclear são as únicas coisas capazes de cortar através do gelo espesso. Esta expedição cheia de adrenalina também são para poucos sortudos.

O Caminho Mais Perigoso Do Mundo (Málaga – Espanha) 

Conhecido com El Caminito del Rey, a passagem que foi construída em 1905… desde então, foi abandonada, mas continua em uso por aventureiros tornando-se uma das caminhadas mais perigosas e emocionantes.

Escalar Uma Montanha Por Uma Xícara De Chá (China)

Este aterrorizante trajeto te leva até o Monte Huashan (mais de 2150 metros de altura). E a razão desta peregrinação bem é simples… no topo existe uma casa de chá, que “supostamente”, tem um dos melhores chás no mundo. Beleza.

Torne-Se Um Monge Budista Por Um Mês (Himalaia – Tibet)

Esta aventura irá levá-lo através de paisagens de tirar o fôlego no Himalaia… onde você vai ficar em mosteiros escondidos nas montanhas. Experimente o dia-a-dia de uma antiga cultura e imerse espiritualmente no budismo participando de atividades como uma peregrinação de 3 dias para Dharamsala.

Atravessar O Saara Com Os Comerciantes De Sal (Deserto do Saara)

O Saara cobre mais de 3,5 milhões de milhas quadradas e é um dos ambientes mais inóspitos do planeta. Apesar disso, os comerciantes de sal tuaregues continuaram a transportar os seus produtos de Taoudenni para Timbuktu durante séculos. A travessia de 22 dias é uma experiência p/ resto da vida e também um verdadeiro teste de determinação.

Rafting no Rio Kali Gandaki (Nepal) 

O rio Kali Gandaki é tão isolado que apenas um punhado de pessoas terão a oportunidade de realizar esta aventura incrível. Este rio selvagem permite a prática do rafting. A emoção de “conquistar” este rio vai ficar com você para o resto de sua vida.

Gorilla Safari (Uganda e Ruanda) 

Nas magníficas montanhas enevoadas de Ruanda e Uganda se encontra um dos últimos refúgios na Terra em que os gorilas ainda vivem em seu habitat. Nesta densa vegetação, você poderá encontrar quatro dos cinco “grandes símios” – gorilas da montanha, gorilas, chimpanzés e bonobos. Você também participará de difíceis, mas gratificantes caminhadas até os vulcões Muhavura e Gahinga.

Navegue Pela Costa Rica (Costa Rica)

O Vale Pacuare e a Península Ossa são as poucas rotas que vão das terras mais densas para sua deslumbrante costa. Durante duas semanas, você vai participar de uma expedição e navegar de caiaque por este caminho. No trajeto, você terá a oportunidade de passar um tempo, vivendo e aprendendo com os índios Cabecar.

O Corredor de Wakhan (Paquistão, Tajiquistão e Quirguistão)

O Corredor Wakhan é uma pequena faixa de terra com cerca de 140 milhas de comprimento e apenas 10 milhas de largura. Entre montanhas do Paquistão e Tajiquistão em ambos os lados, ele atua como uma rota terrestre entre o Afeganistão e a China. A área é tão remota que o povo indígena do Quirguistão, pastores de iaques e cabras, foram deixados à própria sorte por décadas. Esta parte do mundo viu menos visitantes do que o Monte Everest, entre aqueles que tiveram a sorte de visitar a área estão incluídos Genghis Khan, Alexandre o Grande e Marco Polo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

10 Músicas Para Uma Trip na África

 

Homeless – Ladysmith Black Mambazo

 

Shosholoza – Ladysmith Black Mambazo

 

Ordinary Love – U2

 

Circle of Life – The Lion King

 

African Girl – Naomi Wachira

 

Shona Malanga

 

The Lion Sleeps Tonight – The Tokens

 

Rain Rain Beautiful Rain – Ladysmith Black Mambazo

 

Hello My Baby – Ladysmith Black Mambazo

 

Africa United – Bob Marley

 

10 Dicas Importantes Antes de Viajar

1 – VERIFICAR QUAL É A MELHOR ÉPOCA PARA O SEU DESTINO.

Antes de escolher um destino… verifique a época que vc pretende viajar. Não tem nada pior do que passar as férias debaixo de chuva, como no caso de vc querer ir para a Tailândia na época das monções (de maio até o final de outubro), ou pegar o calor insuportável do verão de Roma. Para evitar esse transtorno, verifique antes no site www.weather.com que apresenta a média de temperatura e os índices pluviométricos de cada destino.

Outra dica é evitar altas temporadas, quando os preços são mais altos e os lugares ficam apinhados de gente.

2 – ADAPTADOR UNIVERSAL DE TOMADAS.

Essa é a primeira coisa que vc deve pensar em colocar na sua mala. Muitos países possuem tomadas diferentes das nossas e vc não vai querer ficar sem recarregar as baterias de sua câmera, smartphone e laptop.

3 – LEVAR 2 CARTÕES DE CRÉDITO, NO MÍNIMO.

Independente de vc estar portando muito ou pouco dinheiro em espécie, na hora de fazer o check-in nos hotéis ou caso precise alugar um carro, vc vai sempre precisar do cartão de crédito, de outra forma eles não aceitam. É uma segurança que eles têm. E leve no mínimo 2 cartões (de diferentes bandeiras) e não esqueça de desbloqueá-los antes de sair do país.

4 – KIT DE REMÉDIOS COMPLETO

Não esqueça de fazer aquela maleta de remédios bem completa. E nela não pode faltar: remédios para alergia (lembre-se que vc está num lugar estranho e que muitas vezes pode ingerir alimentos que o seu organismo pode rejeitar); Em caso de barco, remédios para mareado (usamos o Stugeron, que é para labirintite e evita ficar enjoado e Vonau – caso já esteja enjoado); Em caso de altitude (usamos o Diamox que a princípio é para glaucoma… mas funciona muito bem para a adaptação do seu organismo nas grandes altitudes); Remédios para gripes, resfriados, febres e dores de cabeça; Band-aid, principalmente se for caminhar muito, ajuda a evitar bolhas nos pés; Remédios para problemas crônicos (cada um sabe o seu); E se vc estiver tomando alguma medicação de tarja-preta é sempre bom levar um atestado do seu médico em inglês… caso alguém venha implicar com vc nos aeroportos. Estamos sugerindo alguns nomes de medicações aqui, mas não se esqueça de consultar um médico antes, ok?

5 – NÃO LEVAR MUITA COISA NA MALA.

Uma mala muito pesada, além de ser um transtorno para carregar, vc geralmente não usará metade das coisas que vai levar. A dica é… quando estiver preparando a sua mala e achar que ela já está pronta… pegue metade das coisas e guarde de volta no armário. Assim sobra espaço para vc trazer algumas bugigangas de lembrança e vc não corre o risco de pagar por excesso de peso.

6 – VIAJE E DESFRUTE COM CALMA.

Não adianta vc querer conhecer 10 países em 15 dias, é loucura… é enfado. Sempre que planejar um roteiro, fique atento se vc está ficando a quantidade de dias suficientes para poder conhecer cada lugar com calma, sem estresse… lembre-se, vc está de férias e precisa relaxar.

7 – IR PARA LUGARES DIFERENTES.

Sabemos que as férias são suas e vc tem o direito de escolher para aonde quer ir. Mas pense com carinho… vc vai mesmo querer ir pela vigésima vez para Miami, Cancún ou Buenos Aires? O mundo é imenso… hj em dia, praticamente todos os países são abertos para o turismo e possuem fantásticas atrações, cultura e sabores para conhecermos. Pense que vc vai ter histórias novas de lugares que ninguém ainda foi… vale a pena.

8 – FAZER UM ROTEIRO DETALHADO E RESERVAR COM ANTECEDÊNCIA.

Essa dica é muito pessoal… e vai de cada um escolher o que prefere. Existem pessoas que gostam de se aventurar e não reservam nada e nem planejam um roteiro… se vc estiver nessa vibe (o que pode ser bem legal) vai ser um experiência bacana, mas vc provavelmente passará por alguns “perrengues” e perderá bastante tempo, procurando lugar para se hospedar, passagens para outros destinos, etc. Quando vc já sai de casa planejado e com tudo reservado (passagens, hotéis, transfers, aluguel de carro, passeios, etc) além de vc não perder tempo (que é o mais importante, pois cada dia é precioso nas férias) vc também poderá economizar… comprando passagens aéreas com bastante antecedência, por exemplo.

9 – APRENDA A FALAR ALGUMAS PALAVRAS “CHAVE” NA LÍNGUA LOCAL.

Um “muito obrigado, “até logo”, “com licença” sempre ajuda em qualquer ocasião.

10 – OUTRAS PRECAUÇÕES.

Antes de viajar vale lembrar… seu passaporte e vistos estão em dia? Fez seguro saúde? O local para onde vc vai precisa de vacina para febre amarela (lembre-se de tomar com 10 dias de antecedência) ou tem risco de malária (que não tem vacina mas existem meios de profilaxia)? Está levando roupas adequadas e equipamentos adequados? Está levando dinheiro suficiente? Tudo isso a gente tem que ter em mente antes de sair para uma viagem.

 

Los Roques

DICAS BÁSICAS DE LOS ROQUES

  • Câmbio – Vc pode comprar aqui no Brasil e pagar 1 dolar x 2 bolívares ou no aeroporto da Venezuela 1 dolar x 8 bolívares, que vale muito mais a pena. Mas tome muito cuidado, pois o aeroporto é cheio de trambiqueiros;
  • Aeroportos – Taí… um enorme ponto negativo na Venezuela: os aeroportos. Tanto o de Maiquetia (próximo a Caracas) como o de Los Roques são cheios de pilantras tentando trapacear turistas e soldados chavistas bem folgados. Tivemos que pagar propina p/ embarcar em nosso próprio avião de Los Roques / Maiquetia e ao voltar p/ São Paulo todos passageiros foram interrogados e revistados pelos soldados. Foi bem chato e é bem comum;
  • Hotel Eurobuilding – Na ida ou na volta, provavelmente vc precisará ficar uma noite em Maiquetia, por causa dos horários dos vôos que nunca batem. E é bem possível que vc fique neste hotel, que é o mais próximo e com melhor infraestrutura. O hotel é bem bacana em todos os aspectos, mas a dica mesmo está na sala de ginástica… possui uma daquelas poltronas de massagem elétricas que fica a sua disposição sem ter que pagar nada a mais por isso. Delícia;
  • Gran Roque – A ilha principal possui apenas 1.000 habitantes. Lá se encontram o aeroporto e as pousadas. No final da tarde é uma delicia passear por ela e em 10 minutinhos vc percorre a cidade de cabo à rabo;
  • Posada Macanao Lodge – Assim como a maioria das pousadas de Los Roques, a Macanao também não possui chuveiro quente e nem ar condicionado, que dá o maior charme ao lugar. A pousada possui pensão completa e ao chegar vc é entrevistado pelo dono para saber se existe algum tipo de alimento que vc seja alérgico, o resto é surpresa do chef. Também estão incluídos no pacote alguns passeios para as ilhas mais próximas. Os passeios mais distantes ficam por sua conta, mas o pessoal da pousada se encarrega de reservá-los;
  • Lancha – Não há carros em Los Roques. Tudo é feito de lancha. Oba!!!
  • Madrisqui – É uma Ilhota paradisíaca e assim como todas as ilhas de Los Roques, possui a areia bem branquinha (que não queima os pés) e água com todos os tons de verde e azul que vc pode imaginar. Lá vc pode comer a mais deliciosa lagosta do arquipélago em um vilarejo de pescadores na parte de trás da ilha (Rancho da Langosta);
  • Francisqui – Outra ilhota próxima a Gran Roque, mas se vc procura um lugar para descansar, fuja dessa ilha. Imagina uma galera estilo “Riviera de São Lourenço”… cheia de iates, um querendo disputar quem é mais babaca que o outro… com som alto e tudo mais. Fuja!!!
  • Cayo de Agua – É a ilha mais bonita e mais distante de Gran Roque. Possui um lindo farol e um coral onde a prática de snorkel é bem vinda. Quando a maré sobe, vc pode contemplar um filete de areia formado pelo encontro das águas. Não perca!!!
  • Dos Mosquises – É uma ilha que sempre está incluída no pacote de outras. Pois lá existe uma espécie de Projeto Tamar e vc precisa pagar a entrada. Amamos tartarugas, mas se vc pensar é apenas um caça-níquel p/ turistas. Vai lá…dá uma força p/ eles.
  • Espenqui – Mais uma ilha. Comparando com Madrisqui… é melhor p/ snorkel, mas não é tão gostosa;
  • Boca de Cote – É o principal ponto snorkeling. Não tem praia… vc pula direto da lancha. Leve uma daquelas câmeras fotográficas a prova d’água;
  • Palafito – Curiosa palafita de pescadores erguida no meio do mar, a meia hora de Gran Roque. Aproveite p/ ver as lindas estrelas do mar que povoam o local;
  • Crasqui – Outra ilha linda como as outras… e tb tem um lugarzinho p/ vc comer lagosta, não tão boa quanto a encontrada em Madrisqui;
  • Noronsqui – Idem das belezas das outras ilhas. Bom p/ snorkel tb;
  • Cayo Fabian – Deve ser a menor ilha do mundo. Cabe uns 10 guarda-sóis. Ótimo lugar para a prática de Kite Surf, quando tem vento. Agora uma coisa é certa… se vc não for kite-surfista, 2 horinhas bastam… começa a ficar muito monótono.
  • Torre – Antigo farol construído pelos holandeses em 1870. É o único passeio terrestre de Los Roques. A subida é um pouco cansativa, mas vale a pena ver Gran Roque lá de cima;
  • Aquarena – Barzinho super gostoso, com pufs na areia e musiquinha agradável. Bom para o fim de noite;
  • Pôr-do-Sol – Em Los Roques funciona assim: vc levanta cedo, toma o café e sai para os passeios. Volta mais ou menos as 5 da tarde, toma banho, come a “merenda” e é presenteado com um lindo pôr-do-sol. Faça isso… pelo menos todos os dias da viagem. Sua vida agradece;

O “A MAIS” DE LOS ROQUES

  • Rancho de la Langosta – Vc se surpreende quando chega o prato com a lagosta que vc escolheu na beira da praia. O lugar é bem simples, mas bem simples mesmo! Mas a lagosta… incrível e vem num prato cheio de firula, digno de restaurante contemporâneo. Se lambuze!
  • Carnaval – Se vc for na época do Carnaval, não perca as crianças fantasiadas na praça do centro. A festa é só para elas… bem divertido e bonito de se ver;
  • Avião – Vc pode ter a sorte de viajar de co-piloto num daqueles aviãozinhos bem pequenos que fazem o trajeto Maiquetia / Los Roques. Basta ter sorte!