Série Perrengues – Cartão Bloqueado Na Hora de Alugar Carro

Em 2010 fizemos uma viagem maravilhosa para o Hawaii (com paradas em Los Angeles, tanto na ida, quanto na volta).

E por onde passamos era necessário o aluguel de carros – na primeira parada em Los Angeles, em 3 ilhas do Hawaii (Oahu, Big Island e Maui) e na parada de retorno em Los Angeles, novamente.

Assim como nos hotéis, as locadoras de carros também exigem o seu cartão de crédito como garantia, independente de vc ter dinheiro em espécie ou não.

E aconteceu que em nossa última parada… em Los Angeles, na hora em que fomos passar o cartão… naquela mesma empresa (Dollar), nosso cartão não passou… já eram 11:30 da noite e apesar do rapaz do balcão ter tentado passar diversas vezes, o cartão não passava (e tinha crédito) e infelizmente havíamos esquecido nosso outro cartão no Brasil (falha “imperdoável” nossa, confessamos). Queríamos pagar a vista no dinheiro… mas eles não aceitavam. Perrengue!

Bom… no fim das contas… ele nos disse que conhecia uma empresa (meio que “não muito confiável”), que aceitava alugar em dinheiro. Ligou para eles e pediu para que viessem nos buscar… chegou então uma van sinistra que nos levou até um lugar mais sinistro ainda. Lá fizemos o pagamento em dinheiro e pegamos um Corolla muito, mas muito velho. Os bancos eram rasgados e com queimaduras de cigarro… ah, o cheiro tb era de cigarro e quando vc ligava o carro, todas as luzes do painel se acendiam e permaneciam acesas (falta de óleo, fluído de freio, bateria, etc).

Muito bem… era o que tínhamos em mãos… e teríamos mais 2 dias com aquela “carroça” pela frente, iríamos até pegar estrada (até a cidade de Camarillo, para fazer algumas compras).

Naquela época, não tínhamos smartphones para mandar e-mail para o banco, explicando a situação e exigindo uma solução para nosso problema, que viemos descobrir somente aqui no Brasil.

Apesar de avisarmos com antecedência (como de praxe) e liberarmos o cartão para uso nos exterior… o “desgraçado” do Santander resolveu bloquear nosso cartão, pois achou que estávamos alugando carros demais, e que não estava certo. Nem pensaram nos problemas que poderiam nos causar, e de fato causaram, agindo dessa forma inconseqüente.

Tentei conversar o gerente do banco… ameacei processá-los e nada. Deram de ombros. Disseram que não era culpa deles.

Parabéns, Banco Santander… por nos proporcionar mais essa aventura. Além de outras… como já fizeram-nos ficar sem cartão de crédito por meses e botaram culpa nos correios… mas isso já é uma outra história.

Lição… sempre viaje com o maior número de cartões de crédito possível, mesmo se não usá-los. E não confie em bancos… nunca! Principalmente no Santander.

Anúncios

Série Perrengues – Pagando Propina Para Embarcar

Em nosso primeiro episódio da série “Perrengues”, iremos contar o que aconteceu conosco no minúsculo aeroporto de Los Roques. 
Na ida para Los Roques é de praxe pernoitar em Maiquetia (cidade próxima de Caracas), e na manhã seguinte embarcar para o lindíssimo arquipélago. No aeroporto conhecemos um casal de brasileiros que iriam embarcar com a gente, mas na última hora foram avisados que eles tinham perdido um suposto vôo anterior… todos nós achamos estranho, já que nos vouchers constavam que o vôo estava certo. Porém eles foram avisados que se pagassem uma “taxa extra” e se tivesse lugar em nosso avião, poderiam embarcar. E por “sorte” eles conseguiram.
 
Bom… passamos uma semana maravilhosa nas ilhas e no, sempre triste, dia do retorno, eu e minha esposa tínhamos um vôo marcado para de tarde. Aproveitamos a manhã em uma ilha e nos programamos para estar em horário apropriado no aeroporto. Chegando lá, aconteceu a mesma coisa que havia transcorrido com o outro casal, só que agora com a gente. Disseram que o nosso vôo era de manhã e que o havíamos perdido, mas se pagássemos uma “taxa extra” eles iriam averiguar se existiam 2 lugares nesse avião. E não é que tinham!!! Lógico, os 2 que já tínhamos pagado por eles. E nos forçaram a pagar essa propina para poder embarcar em nosso próprio avião. Eram apenas 20 dólares por pessoa… mas não é pelos 20 (agora 40) dólares… era pela sensação de roubo que estávamos passando. O negócio foi tão feio, que a gente teve que pagar, após todo mundo embarcar, para soldados chavistas na escadinha do avião… para ninguém ver. Em nosso avião estava o dono da pousada que ficamos em Los Roques, e ele disse que essa prática é normal naquela localidade e que eles não podiam fazer nada a respeito.
 
Não sabemos se ainda é assim (depois da morte de Hugo Chávez)… mas foi bem desagradável essa parte. Mas de qualquer forma, Los Roques vale muito a pena ser conhecida. O lugar é realmente incrível.